terça-feira, 15 de janeiro de 2008

Sweet Home...

Preciso de uma casa nova. Um quarto com abajour e com uma estante grande pra poder colocar os meus livros, discos e tudo que juntei aqui dentro a vida toda. Preciso agora de novos ares, quero o meu canto do mundo, ora bolas.

Quero um pedaço de alguns metros quadrados de área habitável, com uma boa iluminação, localização, pé direito alto e uma vista que nem de longe precisa ser agradável toda vida, basta ser notável. Quero objetos, fotos, papeis, jornais amarelados e um sistema de som funcionando, quero um toca discos de vinil. Isso é importante, anotem, um toca discos de vinil é essencial. Quero os Beatles tocando em dolby surround stereo nas minhas madrugadas.

Um quadro grande, pode ser uma réplica (tem que ser) uma imagem que me leve pra fora do mundo quando eu quiser. Paredes coloridas, sim, paredes coloridas são importantíssimas, preciso de cores. Ar nos pulmões, uma janela, claro, uma janela grande de correr e uma cortina branca. Não precisa ser uma daquelas cortinas esvoaçantes de propaganda de sabão em pó bastam cortinas brancas, só.

Meus livros, uma estante, e uma escrivaninha, serve qualquer. A magia está mesmo em como distribuir isso tudo no ambiente. Espaço físico. Vamos otimizar o espaço físico. Vou botar também uma luminária e a minha bagunça organizada vai ficar toda por ali me esperando. Quero todas as esferográficas numa caneca engraçada e as folhas do velho caderno prontas à poesia.

Um porta cinzas, espaço para os calçados, um mancebo pra pendurar os meus casacos e um mural de fotos e fanfarrices desenhadas. Um lugar do caralho, o meu lugar.
Uma cama confortável, um colchão idem e um travesseiro mais confortável ainda. Rogo que caibam neles todos os sonhos do mundo, todos que já sonhei e todos que vou sonhar, pois a partir de agora, são eles que vão cuidar de mim e me despertar quando o dia amanhecer.

4 comentários:

Critical Watcher disse...

Lugar único, não? Mas só nosso. É assim que sonhamos com o nosso verdadeiro refúgio - onde possamos viver do modo mais simples e feliz. Parabéns pelo blog.

=)

osrevni disse...

Meus desejos são muito próximos dos seus... mas ainda preciso me virar com o aluguel!
Abraço!

[P] disse...

Acho que consegui fazer do lugar que é meu "um lugar do caralho, o meu lugar", mas creio que meu travesseiro às vezes seja pequeno pros meus sonhos, praqueles do tamanho do mundo ...

Maria do Relento disse...

Pé direito alto, cores, livros, vitrola, bagunça, sonhos! Ahh como eu gostei de ler esse texto. Já sou vizitante constante.


beijo