sexta-feira, 4 de julho de 2008

Nem parece

Parece que foi tudo embora com ela, as letras todas, os pensamentos, a mão treme e não desenha mais e as cores todas se apagaram de uma vez só.


Parece até que nada existiu, o café não é tão bom quanto o de antes, as horas empacam assim sem explicação mesmo, o tempo teima em parar, os olhos ficam tristes e cansados e é difícil conseguir manifestar qualquer alegria que não tenha sido fabricada por álcool.


Parece que foi ontem que ela se foi pra sempre


Eu tinha que pelo menos parecer forte e alheio a tudo isso e prometer um recomeço para a alma. Mas tudo parece uma grande mentira que é a mais pura verdade de toda minha vida.

Um comentário:

Flá disse...

Invente outra mentira-verdade. Invente que afinal nem tem tanta importância assim... às vezes funciona.

Saudade dos teus escritos.

Beijão.